Dicas

Economize energia, opte por LEDs na iluminação

Os diodos emissores de luz, conhecidos por LEDs (sigla que abrevia o Light Emiting Diodes de origem inglesa), são fontes luminosas para iluminação artificial.

Pois bem, esses pequenos emissores economizam 80% de energia em relação as lâmpadas comuns e podem durar dezenas de anos. Cerca de 70.000 horas. Além disso, a emissão de calor é mínima e eles são livres de raios UVA e UVB.

Ótimo negócio para o seu bolso e uma excelente escolha em termos de eficiência energética e consumo consciente!


Pisos de madeira

Eles são lindos, aconchegantes e voltaram com tudo à decoração.

Mas, se você tem alguma preocupação em preservar o meio ambiente, cuidado com o que está comprando!

Boa parte da madeira produzida e consumida atualmente, vem da Amazônia. E, infelizmente, a retirada na maioria das vezes é ilegal.

Para comprar com segurança, confira o Documento de Origem Florestal (DOF) que atesta a legalidade do produto.

Verifique também se o produto tem o chamado “selo verde”. A certificação é dada pelo FSC (Conselho de Manejo Florestal, de origem americana) ou pelo Cerflor (Programa de Certificação Florestal, do Inmetro).  O FSC ainda certifica madeiras utilizadas em móveis.

Outra dica sobre os pisos. Todas as madeiras utilizadas no revestimento do piso ou paredes devem ser protegidas. Existem no mercado vernizes (que criam uma película sobre a peça, indicados caso você queira brilho e cor) e os stains (que penetram mais na madeira proporcionando um aspecto natural).

Uma boa preparação do piso e o polimento bem feito da madeira são importantes para obter resultado final de qualidade.

Independente do tipo de proteção escolhida é imprescindível também a limpeza do local, respeitar o tempo de secagem do produto, bem como a quantidade de material a ser utilizado.

Depois é só cuidar do seu piso com produtos adequados à madeira e, de preferência, indicados pelo fornecedor.

A madeira é um material nobre e elegante. Quanto melhor utilizado, mais irá durar!!

painel de cumaru sendo instalado

Brigada Antimanchas

Alguns truques para tirar manchas do seu estofado preferido.

  • gordura: corte um limão ao meio e passe sobre a mancha assim que acontecer. Em seguida, limpe com um pano umedecido e seque  a peça o quanto antes, de preferência com um secador de cabelos.
  • caneta: se a mancha for em tecido de algodão, talvez um cotonete com alcool resolva  problema. Passe pelo risco sem esfregar.
  • limpeza de estofados de couro: use sabonete hidratante do tipo “Dove” e uma esponja macia umidecida em água limpa. Vá secando com um pano limpo e seco.
  • seu estofado vai agradecer esses cuidados!

Forro de gesso

Acartonado ou em placas maciças, o forro de gesso é o mais usado na construção, tanto em obras residenciais como no comércio ou indústria. Isso se deve e ao baixo custo e à versatilidade em resolver problemas de conforto termoacústico, embutir dutos e tubulações, suportar luminárias ou mesmo delimitar ou dar acabamento.

Rebaixo em gesso executado com placas maciças
Rebaixo em gesso executado com placas maciças

Apesar de todos esses pontos positivos e de ser utilizado na construção há mais de 8 mil anos, somente no século 20, com o aumento do consumo e da produção, constatou-se que o descarte dos resíduos de gesso em aterros e lixões pode produzir gás sulfídrico, tóxico e inflamável. Como no Brasil essa questão ainda está em discussão, convém que o consumidor comece a exigir dos fabricantes e instaladores providências seguras para o descarte ou a reciclagem do material.

Fonte: Revista Arquitetura & Construção Abril 2009

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: